LIMPEZA DE PRATOS

Por Gilson Naspolini

Alguns bateristas perdem muito tempo tentando e testando todas as possíveis e impossíveis maneiras de deixar seus pratos limpos e brilhantes. Outros nunca o fazem, estes apenas se acostumam com a suavização do som causada pela sujeira nos pratos ao longo dos anos.

Mesmo entre o grupo primeiramente mencionado existe muita discordância. Um autor recomenda Brasso (limpador líquido para metais) "... esfregando gentilmente com um pano limpo na direção dos sulcos...", enquanto outro escritor alerta contra o mesmo produto porque "ele irá com certeza 'comer' o seu investimento". Limpadores específicos para pratos (quase todo fabricante de prato tem um) e produtos para limpeza geral como Zud, Comet e Ajax [Produtos encontrados no mercado norte-americano] também levantaram discussão quanto ao seu uso.

"Eu nunca limpo meus pratos, ao menos que alguém espirre refrigerante ou um prato cheio de lasanha por cima deles. Se eles realmente ficarem grudentos, então eu simplesmente coloco eles juntos com a louça suja". Fred Van Vloten

Causas e Prevenção

Uma grande confusão pode ser resolvida distinguindo três problemas de limpeza de pratos:

·         Sujeira e Poeira;

·         Manchas;

·         Rispidez.

1. Sujeira e poeira afetam tanto o som quanto o visual. Poeira pode ser facilmente removida com um pedaço seco de tecido, contanto que seus pratos não estejam tão sujos que a poeira esteja grudada neles. Qualquer coisa que tenha aspecto grudento deve ser evitada sobre seus pratos. Porém isso nem sempre é tão simples quanto parece. Existe sujeira até mesmo no ar (nicotina, glicerina - cortina de fumaça usada nos shows). Cobrir seu jogo de pratos quando não os estiver usando, ajuda.

A gordura que é transferida para os pratos pelas pontas das baquetas e pelas suas mãos podem ser evitadas limpando regularmente suas mãos e baquetas. Transportar seus pratos usando luvas não é uma solução muito popular, mas é muito eficiente. Bebidas e comidas derramadas são dois exemplos de sujeira que podem ser facilmente removidas, se isso for feito rapidamente.

2. Manchas são um processo químico. O metal é afetado pelo oxigênio, que basicamente é o ingrediente do ar. Também os ácidos, secretados pela pele humana, causam rispidez (aspereza) da superfície dos pratos. As manchas afetam somente a aparência de um prato; o som não será afetado em nenhum nível perceptível.

Não há nada que você possa fazer para evitar esse processo. O filme protetor que acompanham muitos pratos ajuda de alguma maneira por algum período de tempo. Esses acabamentos foram cuidadosamente desenvolvidos para que não afetem o som.

Usar qualquer tipo de verniz (spray) sobre seus pratos por conta própria é realmente não recomendado, ao menos que a intenção seja acabar com alguns harmônicos indesejados.

3. Considerando que as influências citadas acima irão continuar para sempre, o brilho de seus pratos será sempre atacado. Manter o brilho contínuo requer limpeza contínua. O brilho que dura para sempre pode ser conseguido somente com o uso de cera ou laqueamento que com certeza irá acabar com o som do seu prato.

Vários Produtos

Alguns produtos são feitos para produzir um ótimo brilho, mas não são efetivos quando a necessidade é remover sujeira. Outros desprendem a sujeira, porém não dão brilho. O produto certo depende de qual problema o prato possui e qual resultado você almeja.

Água e sabão são baratos e eficientes na limpeza. Porém não espere por brilho. Enxague seu prato com cuidado para remover qualquer resíduo de sabão, para que não ocorra manchas. Ele deve ser secado extensivamente depois, em vista de que água contém oxigênio - e oxigênio causa corrosão.

Adicionar o suco fresco de um limão na água irá trazer um pouco de brilho, já que o ácido do suco tem qualidades abrasivas. Se o prato não é limpo há muito tempo, ajudará se você deixar numa banheira ou bacia com água de um dia para o outro.

Uma escova de dentes ou similar por ser usada para retirar a sujeira entre os sulcos. Sempre esfregue acompanhando a linha dos cortes e sulcos - não importa qual produto esteja usando - para minimizar o risco de danos e conseguir melhores resultados.

Limpadores de Prato

Muitos limpadores de uso geral são citados em fóruns de percussão. Muitos deles são líquidos, outros são chamados "limpadores à seco": um tipo de pó que deve ser usado com água. Esses limpadores possuem elementos químicos que funcionam como mecanismos de limpeza. Quimicamente eles ajudam a remover manchas; mecanicamente eles removem sujeira, mas também partículas de bronze (e a tinta da sua valiosa logo). Quanto mais forte o efeito abrasivo, o que particularmente depende do produto, mais rápido ele irá funcionar. Por outro lado, quanto mais forte, mais você afetará o som do instrumento.

Perigo

Os ingredientes químicos desses - e de outros muitos limpadores - são normalmente perigosos. Se o produto permanece no prato por muito tempo, ele provavelmente vai criar algum tipo de mancha, normalmente visto como um brilho escuro. Esta mancha é difícil de remover. Sempre trabalhe o prato aos poucos para evitar este efeito. Novamente, enxague e seque o prato extensivamente depois do processo.

O filme transparente protetor mencionado acima não é resistente à esses produtos. Novos pratos - quando possuem acabamentos com filme protetor - devem ser somente limpos com uma flanela seca e limpa. Limpadores de vidro podem ajudar também, entretanto alguns deles deixam um filme indesejado. Produtos similares são disponibilizados por fabricantes de percussão.

Respostas diferentes

Produtos profissionais para limpar pratos custam consideravelmente mais, comparados à produtos similares. Por outro lado, você tem a confiança de saber que o fabricante de pratos não irá vender um produto que pode arruinar seus pratos. Considerando que estes produtos não devem ser usados semanalmente, eles irão durar por um bom tempo. Para achar o produtor certo, você basicamente deve testar várias marcas no seu prato menos importante. É ainda mais econômico perguntar para bateristas experientes o que eles usam; você irá obter várias respostas diferentes.

Polidor de automóvel, ketchup e Polidores em geral

Ketchup: deixa um resíduo e não retira a sujeira. O ácido do ketchup trabalha removendo manchas.

Pasta de bicarbonato de sódio, que não é abrasiva, requer pulsos fortes para retirar a sujeira. Ele não remove ou deixa algum brilho.

Limpeza pulverizada (sprays): Eles podem deixar um filme estranho e somente funciona com sujeira fina.

Comet Cleanser (desinfetante para uso doméstico): por ser muito abrasivo, pode causar arranhões. É difícil de enxaguar e não deixa qualquer brilho. Sempre que for usar este tipo de produto, utilize muita água também.

Silver Polish (removedor de manchas para pratas como joias, talheres, etc): deixa um ótimo brilho porém não trabalha bem retirando sujeira de pratos.

Brasso (polidor líquido de metais): pode ser perigoso porque pode danificar a liga de metal por conta da amônia contida na fórmula do produto.

White Auto Polishing Compound (composto branco para polimento de carros, geralmente em cera). Esse composto é indicado para lataria de carros, remove manchas e é eficiente em remover sujeira. Além disso, ele suaviza os arranhões da superfície do prato enquanto você o limpa. Não o suficiente para afetar os sulcos, mas somente os pequenos arranhões causados por limpezas anteriores com uso de abrasivos ou causados por batidas durante transporte... É necessário bastante fricção... O visual atraente se mantém no prato por dois ou três meses.

Limão

Se ouve falar de outros produtos testados como álcool etílico e benzina, além da maioria dos produtos descritos acima. Benzina deixa uma película gordurosa. Álcool pode ser usado para remover sujeira leve e poeira. Esfregando o prato com um pedaço de limão melhora o brilho pelas razões mencionadas anteriormente. Aguarrás afeta o bronze da mesma maneira que o Brasso (ou polidor de metal similar). O mesmo pode ser dito para compostos feitos para limpeza de fornos.

Abrasivos fortes e produtos para esfregar (tanto pó quanto líquido) são muito efetivos em remover sujeira porém também removem o bronze. Se você não quer transformar seu pesado prato de condução (heavy ride) em um prato fino (paper-thin), ou ao menos em um prato ruim, não use qualquer produto caseiro para limpeza de metal. Esses produtos causam erosão em seu prato, danificando a liga metálica severamente além de causar arranhões que irão segurar ainda mais sujeira.

Soluções Bizarras

Existem também algumas maneiras nada convencionais ou até mesmo bizarras de limpeza de pratos.

Um baterista relembra sua experiência de ferver o prato em água por algumas horas. Possivelmente pela excelente propriedade de condução de calor do prato, ele ficou tão quente que alguma coisa deu errado com o temperamento da liga. O prato se quebrou na primeira vez que foi tocado após o banho.

Sujeira extrema e manchas nos pratos também foram limpos usando ácido clorídrico. Este ácido é usado por artesãos quando trabalham com bronze. O prato deve ser colocado numa banheira com ácido clorídrico muito bem diluído (10%), agitando suavemente e continuamente. Imediatamente após a mancha ser removida do prato, o mesmo deve ser colocado em uma segunda banheira, cheio com amônia. A amônia irá neutralizar o efeito do ácido, que por si só possui efeito corrosivo. Depois disso o prato deve ser enxaguado por um longo tempo.

Outro procedimento, que obteve sucesso ao menos por uma vez, é mergulhar uma vareta (ou mesmo baqueta) com sua ponta enrolada em um pano, dentro de um pote com ácido clorídrico e então esfregar esta ponta no prato. Trabalhe em pequenas partes por vez, neutralizando com amônia e depois enxague, enxague e enxague.

ATENÇÃO: Uso inadequado ou descuidado de ácido clorídrico e/ou amônia pode causar sérios danos ao equipamento. Sempre que usar esses produtos, tome os devidos cuidados, seguindo as instruções dadas pelo fabricante do produto e mantenha fora do alcance de crianças.

Dicas Diversas

Limpar pratos é uma atividade que consome tempo e muito braço. Mesmo assim, nunca caia na tentação de limpar seus pratos com equipamentos elétricos com discos de polimento. Eles podem gerar calor suficiente para destruir o temperamento da liga do prato, o que pode resultar em rachaduras.

Pratos coloridos não devem ser nunca limpos com produtos que tenham qualquer nível de qualidade abrasiva. A Paiste adverte para o uso de apenas flanelas secas e limpas nesse tipo de prato.

O ácido que é secretado pela pele e seus dedos podem afetar seriamente a cor de seus pratos. O efeito de corrosão deste ácido pode variar de pessoa pra pessoa.

Sujeira não adere da mesma forma em pratos brilhantes, comparados com outros pratos. O processo usado nesses pratos amacia a superfície, dificultando a impregnação da sujeira e poeira. Quanto mais vezes você limpa seu prato, menos trabalho terá. Evitar a tentação de usar abrasivos ou ferramentas elétricas também será mais fácil.

A tinta da logotipo do fabricante não irá resistir à muitos limpadores. Se você quiser se livrar ainda mais rápido das logos, use removedores de esmalte (acetona).

Fique atento com resíduos deixados por produtos de limpeza. Estes resíduos podem afetar o som do prato muito mais do que sujeira e poeira jamais afetarão.

O produto ideal de limpeza não existe. Novamente, tudo depende do que você procura e o quão sujo estão seus pratos. Experimente.

Cymbal Care®

Para garantir a proteção dos seus pratos, adquira um kit de capas personalizadas com a Cymbal Care! Informações na sessão LOJA.

 

 

 

Comment